Mais da metade do público-alvo ainda não tomou a vacina da gripe, no Paraná

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Um levantamento preliminar da Secretária de Saúde do Estado do Paraná (Sesa) apontou que mais da metade das pessoas que deveriam receber a vacina contra a gripe no estado ainda não se imunizou. O balanço foi divulgado nesta segunda-feira (6).

Até o sábado (4), quando houve o Dia D da campanha nacional de vacinação contra a gripe, o Paraná havia vacinado mais de 1,5 milhão de pessoas, segundo a Sesa. O número representa 47,1% do público-alvo da campanha.

A campanha começou no dia 10 de abril e segue a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), que determinou os grupos que devem receber a vacina contra a gripe. Veja abaixo quem deve receber a vacina.

  • Pessoas com 60 anos ou mais;
  • Gestantes;
  • Mães de bebês nascidos há até 45 dias;
  • Crianças entre seis meses e cinco anos de idade;
  • Pessoas com doenças crônicas (que apresentem prescrição médica);
  • Professores;
  • Indígenas;
  • Pessoas privadas de liberdade e trabalhadores do sistema prisional;
  • Trabalhadores da saúde;
  • Profissional das forças de segurança.

O grupo de mulheres que tiveram bebê recentemente é o que tem melhor cobertura vacinal até agora. De acordo com a Sesa, 72,1% das mulheres foram imunizadas. Na sequência vem o grupo dos indígenas, com 71,2%, e os idosos, com 57,9%.

A Sesa informou que espera vacinar 3,3 milhões de pessoas no Paraná até o dia 31 de maio, quando a campanha de vacinação contra a gripe termina.

Gripe e vacina

Mais da metade do público-alvo ainda não tomou a vacina da gripe, no Paraná
Mais de 63 milhões de doses da vacina foram enviadas para todo o país.

De acordo com a Sesa, nove pessoas morreram por conta da gripe no Paraná em 2019. A vacina tem como objetivo proteger contra o vírus e reduzir complicações da doença, que pode levar à morte.

A vacina contra a gripe está disponível nas unidades de saúde da rede pública. A aplicação é feita de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Em todo o Brasil, o Ministério da Saúde espera imunizar 58,6 milhões de pessoas. Mais de 63 milhões de doses da vacina foram enviadas para todo o país. O objetivo do Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 90% do público-alvo da campanha.


Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkdin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
DEIXE UM COMENTÁRIO