Novo cosmético promete retardar o envelhecimento

“Um desafio tecnológico foi tirar o odor forte e tão característico da pimenta biquinho”

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Akmos em parceria com o Instituto SENAI de Tecnologia (IST) em Alimentos e Bebidas e o Laboratório de Pesquisa da Universidade Federal de Goias, criaram um cosmético antienvelhecimento em gel feito com pimenta biquinho.

Além de ajudar no combate ao envelhecimento o cosmético ainda vai ajudar a alavancar a economia dos produtores rurais.

O que ocorre é, por não precisar da seleção dos frutos para o processo de produção de extrato, é possível aproveitar a matéria-prima descartada pelas indústrias alimentícias.

Novo cosmético que promete retardar o envelhecimento é uma parceria com o Senai

akmos, pulseira akmos, retardar o enelhecimento
“Um desafio tecnológico do nosso projeto foi tirar o odor forte e tão característico da pimenta biquinho, assim como a intensidade da cor, por isso usamos da tecnologia para conseguir o melhor produto possível”, disse.

Desta forma a tecnologia usada para realizar o processo de criação do cosmético acaba contribuindo com os negócios de produtores rurais.

É importante destacar que, ainda ocorra perdas por questões climáticas, ou de logística, a produção cosmética poderá utilizar a pimenta, o que evita ainda mais desperdícios.

Além de um potencial antioxidante, a planta possui substâncias terapêuticas, fazendo com que facilite a absorção de ferro e contribuindo nas defesas do organismo.

O Vice-Presidente de Expansão da Akmos,William Miranda, defende que tenham mais pesquisas sobre as matérias-primas brasileiras.

Para ele, quanto mais pesquisas houver, mais produtos benéficos para a saúde do corpo humano poderão ser criados.

“Um desafio tecnológico do nosso projeto foi tirar o odor forte e tão característico da pimenta biquinho, assim como a intensidade da cor, por isso usamos da tecnologia para conseguir o melhor produto possível”, disse.

A pimenta tem o carotenoide Capsantina, responsável pela cor vermelha, e foi escolhido porque pode inibir ou reduzir os danos causados pelos radicais livres das células do tecido epitelial, retardando e prevenindo o envelhecimento precoce da pele.

Miranda destaca ainda que, o gel é uma inovação de patente exclusiva da Akmos e que ajuda na sustentabilidade energética do país. 

“Já, inclusive, ganhamos prêmio por inovação com o SENAI, então acreditamos que as pessoas irão perceber a qualidade do produto logo que o conhecer”, finaliza.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkdin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
DEIXE UM COMENTÁRIO